Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

TAG – Isto ou aquilo

Imagem
“Isto ou Aquilo”, além do título de um poema famoso da Cecília Meireles, é também o nome de uma tag respondida pelo Diego de França no ótimo blog Leitor Sagaz. Animada, resolvi responder também às perguntas...


1) Áudio book ou livro? Livro. Eu não presto a devida atenção ouvindo um audiobook.
2) Capa dura ou mole? Tanto faz, o conteúdo é o que importa. Embora a capa dura evite que o livro fique amassado dentro da bolsa, por exemplo, a maioria ainda é de capa mole por aqui.
3) Ficção ou não-ficção? Ficção.
4) Fantasia ou vida real? Pra que existe a fantasia? Ora, para nos esquecermos por alguns momentos dos problemas da vida real! 5) Harry Potter ou Crepúsculo? Serve... nenhum?
6) E-book ou livro físico? Eu gosto de carregar sempre um livro físico comigo. Mas prefiro ler e-books antes de dormir... Por isso estou sempre lendo um de cada.
7) Comprar ou pegar emprestado? Depende. Se quero muito ter um livro, procuro o preço. Se fo

Resenha: O lado bom da vida, de Matthew Quick

Imagem
Livros que viram filmes sempre se tornam sensação no mercado. “O lado bom da vida”, romance de estreia de Matthew Quick, além de ter sido adaptado para as telas, também figura em dois gêneros que fazem sucesso atualmente: o young adult e o chamado sick-lit, livros que tratam sobre doenças. Apesar de todos esses ingredientes de sucesso, Matthew foge dos estereótipos e trata doenças mentais com leveza e dignidade. Pat Peoples é um ex-professor que passou algum tempo internado no que ele chama de “lugar ruim” (uma clínica psiquiátrica) até que sua mãe fosse tirá-lo de lá contra as ordens dos médicos. A internação de Pat marcou o começo do “tempo separado” da esposa, Nikki, e a maior meta dele é reconquistá-la. Para isso, ele malha loucamente todos os dias e treina ser gentil ao invés de ter razão, ou seja, concordar com as pessoas ao invés de discutir. O pai de Pat é um homem fechado e com um conceito de afeto difícil de entender. Seu humor é ditado pelos resultados dos jogos de seu time d…

Fenômenos virtuais e literários

Imagem
Como se não bastasse competir com os autores conhecidos e os novatos talentosos, nós, escritores, temos mais um obstáculo a vencer para conseguir o selo de aprovação da editora e do público: os livros baseados em sucessos da internet. Em um momento em que as redes sociais dominam e diversos conteúdos se tornam virais, não é raro que as editoras fiquem de olho neste mundo virtual em busca de uma nova aposta de sucesso. A internet adora gatos, e dois grandes sucessos transplantados para os livros são Feliz catus domesticus (nome científico do gato). A gata americana Tardar Sauce, mais conhecida como Grumpy Cat, é a felina mais famosa online. Ela também conquistou outras áreas: virou livro, jogo para celular e tablet, e uma infinidade de produtos. “A Grumpy Book” chegará ao mercado brasileiro ainda em 2014, pela editora Belas-Letras. Quem duvida que será um sucesso? (Não sei se devo ficar feliz ou triste por um gato ser publicado com sucesso e eu não). Falando em mercado brasileiro, um gat…

Links Literários

Imagem
15 Mandamentos do Escritor: Quer mentores melhores que Hemingway, James Joyce e Nietzsche? Aqui estão 15 conselhos valiosos desses grandes nomes da literatura: http://www.revistabula.com/473-os-15-mandamentos-do-escritor/
Hábitos de dormir e produtividade: Aposto que vocês nunca se perguntaram a que horas alguns escritores famosos acordavam. Bem, a americana Maria Popova quis saber como o sono afetou a produtividade de alguns mestres. Assim, foi possível descobrir que eu acordo na mesma hora que Ray Bradbury, o mais prolífico da lista... http://literatortura.com/2014/02/os-habitos-de-sono-e-produtividade-de-famosos-escritores/
O cinema resgata livros esquecidos: Esta notícia da Folha analisa como várias obras voltam ao prelo quando são adaptadas para o cinema: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2014/02/1409726-cinema-leva-editoras-a-resgatar-classicos-e-obras-que-ninguem-queria.shtml
Pra quem escreve o autor local: Esta excelente matéria sobre o mercado editorial passado, presente e futuro…