Postagens

Mostrando postagens de Março, 2016

Mulheres Escritoras #1: Maria Firmina dos Reis

Imagem
Você deve conhecer Clarice Lispector e Cecília Meirelles. A primeira foi uma grande romancista e contista russo-brasileira, a segunda escreveu lindos poemas. Seriam elas as mulheres pioneiras na literatura tupiniquim? NÃO! Esta é a história de Maria Firmina dos Reis, a primeira poetisa e romancista do Brasil. Para ser um escritor de projeção no Brasil no século XIX (e até hoje, infelizmente), era necessário ser homem, branco, com alguma renda, ter estudado na Europa e viver no eixo Rio – São Paulo. Maria Firmina dos Reis era mulher, negra, professora primária e maranhense.  Nascida em 1825, foi criada pela avó e foi autodidata. Desde jovem publicou diversos contos, crônicas e poesias na imprensa de São Luís. Seu primeiro romance, “Úrsula”, foi entretanto publicado sob o pseudônimo “uma maranhense”. Maria escondeu assim seu nome, mas não seu gênero. Escreve um romance abolicionista, e o primeiro romance afro-brasileiro da história. Ao contrário dos escritores que lhe eram contemporâneos, …

TAG Hábitos de Leitura

Imagem
Depois de um longo e maravilhoso verão, eu volto com uma TAG que me foi indicada pela querida Priscilla do blog Vintage Pri, um cantinho com ótimos posts sobre vintage, retrô e otras cositas más. Vamos às perguntas?
1-Quando você lê? (Manhã, tarde, noite ou quando tem tempo) Quando tenho tempo, mas quase sempre à noite. Raramente consigo me organizar para ler um pouquinho todos os dias.
2-Você lê apenas um livro de cada vez? Jamais! Normalmente leio dois ao mesmo tempo, mas às vezes cometo a audácia de ler três ou mais ao mesmo tempo.
3-Qual seu lugar favorito para ler? Na cama!
4-O que você faz primeiro: lê o livro ou assiste ao filme? Embora eu prefira ler o livro primeiro, normalmente tomo contato com o filme, e só depois vou procurar o livro.
5-Qual formato de livro você prefere? (livro físico, audio-book, e-book) Confesso que torci o nariz para e-books quando eles surgiram, mas hoje até gosto deles. Mas não curto audio-books, porque não me concentro na narração e acabo perdendo detalhes.
In…