Os ingredientes para uma ceia de Natal perfeita

 “It’s the most wonderful time of the year!”
Sim, para mim esta é a época mais maravilhosa do ano! Eu ADORO Natal e um post especial não poderia faltar nas festas natalinas. Por isso escolhi participar da blogagem coletiva do nosso querido grupo Rotaroots!
Decoração natalina (MUITA decoração): foi há uns seis ou sete anos que eu decidi montar meu próprio cantinho de Natal no meu quarto. De lá para cá, sempre incremento a decoração com mais alguma coisinha comprada aqui ou ali. O espaço acabou crescendo e invadindo minha “área de trabalho” e hoje sou uma feliz proprietária de quatro árvores de Natal, um exército de Papais Noéis, duas casinhas de gengibre, cinco presépios e meia dúzia de bonecos de neve.
Sobremesa sensacional: eu adoro ficar responsável pela sobremesa da ceia de Natal. O cardápio já variou um bocado nos últimos anos (brownies Katharine Hepburn, brigadeirão, frutas), mas minha sobremesa preferida sempre será o indescritivelmente gostoso pavê natalino, que foi uma receita dada pelo Jornal Hoje há uns 12 anos (valeu, Evaristo!)
Brownies Katharine Hepburn
Pavê natalino com frutas 
Presentes: não é um elogio ao lado capitalista da festa, e também não sou fútil a ponto de gostar de ganhar presentes mais do que tudo. Eu gosto de dar presentes, ver a cara de surpresa de amigos e parentes queridos conforme eles desembrulham o mimo. É um jogo de mistério e agradecimento (porque não gosto de revelar que presente eu comprei até a hora H), que eu adoro participar!
Filmes: os filmes de Natal (ou com algum elemento natalino) estão entre as coisas mais belas e emocionantes da Terra. Se você não se emocionou com “A Felicidade não se Compra / It’s a Wonderful Life” (1946), você não tem coração. No dia de Natal, vale tudo: filmes bíblicos (“Ben-Hur” de 1925 foi a atração do ano passado, sensacional), nostalgia infantil com Muppets e Mary Poppins, filmes mais filosóficos (não vou me esquecer do Natal que passei vendo “A Revolução dos Bichos”) ou qualquer outra película. Você merece ver um filme no Natal, aproveite ;)
Música: meu tipo favorito de música natalina é aquela relacionada com filmes de Natal. Vale “White Christmas”, “Santa Claus is Coming to Town”, “Silver Bells”, “Auld Lang Syne”...
Cartões de Natal internacionais: há dois anos eu fiz minha primeira troca de cartões de Natal internacionais com minha amiga virtual Raquel do blog de cinema Out of the Past. Com toda essa modernidade de e-mails e redes sociais, nada mais vintage e significativo que enviar e receber cartas pelo correio, certo? Este ano expandi meus horizontes e a troca de cartões é com muitos outros amigos virtuais!
Fé: estudei durante cinco anos em um colégio católico, mas minha fé nunca foi exatamente “tradicional”. Sei que o menino Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro, que a Igreja Católica muitas vezes manipulou e manipula seus fiéis (embora tenha esperança de que o Papa Francisco tenha vindo para mudar algumas coisas) e que religião nenhuma é detentora da verdade absoluta. Mas o Natal é uma época de rezar, não importa sua crença, agradecer pelas coisas boas e pensar nas bênçãos que você quer para todas as pessoas importantes da sua vida.

Feliz Natal!

Comentários

  1. Olá!

    Que bom que você gostou do meu Natal! Adorei tb o que você escreveu. Presentes são exatamente isso que você descreveu, uma forma de demonstrar nosso amor, de surpreender. Adoro fazer cartões de Natal para as pessoas a minha volta, mesmo que não sejam internacionais como os seus.

    Estou te seguindo! Se você quiser me seguir, o meu blog tem um retângulo preto do lado direito da página, que se expande quando clica em cima. E lá tem três bonequinhos e tem a parte de seguir. rsrs

    Beijos beijos e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  2. Oi Lê!
    Que delícia esses pratos.
    Sou católico e concordo com você em todos os aspectos.

    Feliz Natal atrasado e um Feliz Ano Novo!

    Beijos
    ​​​​​LiteraMúsicas​ | Fanpage
    >>Tá rolando uma ​​​​​Promoção Especial de Fim de Ano​ lá no blog, aproveita!
    >>​​​Já viu a ​​Maratona #SemPararDeLer? Você monta sua própria meta de leitura e ainda concorre a prêmios! 

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Blogagem coletiva: 5 coisas que eu quis ser

Resenha: Morada das Lembranças, de Daniella Bauer

Quiz: qual personagem você é?